Como um software pode ajudar minha empresa de varejo?

Como um software pode ajudar minha empresa de varejo?


O uso de softwares no dia a dia pode fazer milagres pela sua empresa. Usar o avanço da tecnologia a seu favor ajuda a gerenciar melhor seu tempo e o de seus funcionários, otimiza a gestão financeira e administrativa com a integração de diversos processos e torna acessíveis a um clique dados essenciais para a tomada de decisão. Confira como software pode ajudar sua empresa de varejo:


Informações mais acuradas e acessíveis


É muito comum que as informações financeiras de uma empresa de varejo não fiquem centralizadas em um só lugar. Muitas vezes, os dados ainda são de difícil acesso, distribuídos por diversas planilhas nos computadores de diversas pessoas, em alguns casos essas planilhas podem desaparecer facilmente por um descuido, ou serem alteradas de forma errada por um acesso indevido.


Ao apostar no uso de um software ERP, esta situação caótica, com dados descentralizados e nada exatos, acaba.


A ferramenta reúne todas as informações da companhia, tornando-as de fácil acesso para todos os funcionários da empresa de varejo. Como o conteúdo é armazenado em um só lugar, os dados são mais consistentes e precisos, já que não há o risco de haver discrepância entre a informação que diferentes funcionários registram sobre o mesmo cliente, por exemplo.


Além de manter registro de todas as alterações, ainda é possível saber quem inseriu e quem modificou qualquer dado informado. Isso é o que chamamos de “rastreabilidade da informação”.


Trabalhar com indicadores de performance


Para gerenciar corretamente o seu varejo nada melhor do que estabelecer indicadores em todos os deparamentos da empresa, não é mesmo? Somente através da medição e do gerenciamento dessa informação é que sabemos se estamos indo ou não em direção à meta estipulada. Vamos citar um exemplo da gestão de estoques no varejo: que indicadores de performance são relevantes nesse setor? Com certeza seria a mediação do giro de estoque, do índice de cobertura e do índice de financiamento desse estoque pelo capital de giro próprio. Pense como seria bem mais fácil a sua vida, como empreendedor do varejo, se você tivesse à disposição, com um toque de botão, todos esses índices calculados automaticamente por um sistema e ainda com a capacidade de estratificar esses números em lojas, grupos, departamentos e seções.


É isso que um software tipo ERP pode fazer por sua empresa, ajudar a calcular e monitorar os índices de desempenho que você desejar para cada um dos departamentos de sua loja.


Diminuição do retrabalho


Cada vez que um trabalho tem que ser refeito, sua empresa perde tempo e, consequentemente, dinheiro. Com um software tipo ERP integrando todos os processos da sua loja, o retrabalho é eliminado, aumentando drasticamente a produtividade. O sistema atualiza automaticamente, por exemplo, suas contas a receber sempre que uma venda é realizada na empresa. Os boletos de cobrança são gerados de forma automática e enviados para os clientes por e-mail, logo após a emissão da nota fiscal, o que, além de facilitar o gerenciamento, evita que funcionários tenham que monitorar a emissão do documento cada vez que ocorre um novo evento.


Alocação de funcionários em atividades mais estratégicas


O uso de um software ERP possibilita deixar a cargo da automação do sistema diversas questões operacionais e repetitivas, como a baixa de estoques, emissão de listagens de devedores ou a conciliação de cartões de crédito a receber. Com isso, os profissionais da sua equipe são liberados para a realização de tarefas mais complexas e estratégicas para o seu varejo, como análise de mercado e da concorrência ou o relacionamento com os clientes e fornecedores.


Controle de estoque mais eficaz


A gestão do inventário no varejo sempre foi um desafio. Trabalhamos com o varejo há mais de 20 anos e o que mas ouvimos de um cliente novo é: “é impossível controlar o estoque no varejo, eu já desisti!”. A todos eles temos que lembrar que, através dos arquivos SPED e Sintegra, os varejistas são obrigados a informar ao Fisco as posições do estoque, item a item. Dessa maneira, já existe um lugar onde o seu estoque bate e está correto. Você sabe que lugar é esse? Sim, na Receita Federal do Brasil. Lá existe o valor que você informou para cada item do seu estoque e está muito bem guardado.


Portanto, já que o Fisco sabe, item a item, o que você tem na loja, não é melhor você tomar as rédeas dessa situação e gerenciar melhor essa informação? Além disso, ao deixar os velhos métodos de controle de estoque de lado, você ganha um tempo precioso de trabalho. O software de gestão agiliza e facilita a administração do estoque do varejo.


Com um sistema ERP eficiente, utilizando código de barras e coletores de dados, além de um processo bem definido e à prova de falhas, é possível realizar o controle das entradas e saídas com rapidez e eficiência. Ao ter dados que permitam um gerenciamento rápido e eficaz do estoque, você tem maior controle em relação a perdas e roubos, além de ter as informações necessárias para fazer as melhores compras e aumentar o giro do produto, liberando os recursos que estão presos no estoque.


Gostou das dicas que selecionamos cuidadosamente para você? Então baixe gratuitamente o eBook “Guia do Varejista: escolha um sistema que aumente resultados e reduza custos“.


Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Comentários